19.3.10

ANDY WARHOL- PINACOTECA - SP


Começa amanhã, sábado (20), na Estação Pinacoteca (zona central de São Paulo), uma exposição de Andy Warhol (1928-1987). Ele queria ser um ícone e se tornou. Excêntrico, exibicionista, gay e sensível aos fenômenos políticos e sociais de sua época, criou seus próprios padrões de arte para materializar e registrar seus pensamentos, desejos, compulsões.

Hoje, mais de 20 anos após sua morte, Warhol é o símbolo máximo da pop art e sem querer um crítico da política norte-americana do pós-guerra. "Da mesma forma que o império americano se consolidava por meio da manipulação de própria imagem do país, Warhol construía seu império artístico. Ele é o mister America", compara Philip Larratt-Smith, curador da mostra, a maior do artista que já passou pela América Latina --são mais de 160 obras e mais de 40 vídeos.

A mostra reúne os trabalhos mais expressivos do pintor e cineasta norte-americano. Não deixe de ver e corre, pois não vai durar muito tempo.

Lgo. Gen. Osório, 66 - Luz - Centro. Telefone: 3335-4990. Informe-se sobre os horários.